Publicado por: giselepelisoli | 01/12/2009

Cricket

Se vocês já fizeram um mínimo de pesquisa sobre a Índia, já sabem que cricket é uma paixão nacional. Sabem aquele nosso sentimento quanto ao futebol? Multiplica por 10 e é o cricket aqui…. Todo mundo sabe jogar, e jogam em qualquer oportunidade.

Eu bem curiosa que sou resolvi tentar, mesmo não sendo do tipo esportiva…. Achava que ia ser uma coisa totalmente diferente, mas a minha surpresa foi que…. é Taco! Nosso joguinho de verão, na praia entre os carros…. o nosso simples taco, é na verdade cricket!

Eu também jogo!!!

Publicado por: giselepelisoli | 01/12/2009

Balakalakaar

O que você acha de trabalho voluntario? Eu acho uma boa…  Dia 14 de Novembro é dia das crianças na Índia, e a AIESEC daqui promoveu um evento para as crianças carentes, o Balakalakaar. Sim, essa é uma palavra estranha. Se pronuncia Bal-kalakaar. É importante lembrar da pronuncia, porque balaka significa estupro e Bal-kalakaar significa criança artista.

Eles tiveram atividades de pintura, participaram de uma palestra sobre a importância da higiene pessoal, ganharam check-up de um grupo de médicos, e visitaram o global village!!!! Ai eu e os outros trainees entram! Montamos estandes sobre os nossos países, conversamos, fizemos brincadeiras, e fizemos aquelas crianças felizes por um dia!

Check up

Sim, eu me sujo mais que as crianças...

 

 

 

Publicado por: giselepelisoli | 30/11/2009

Casamento, conclusões

Eu falei um monte sobre casamentos no último post, mas esqueci de falar o que me inspirou a escrever…

Estavamos discutindo sobre casamento na minha escola, e começaram a me perguntar como era no Brasil… falei que a cerimônia era bem diferente e que o pessoal em geral casa mais tarde… Sim, porque se eu fosse indiana eu tinha que casar no máximo no ano que vem (24 é o limite para uma mulher casar, depois está velha demais).

Tinha algumas professoras que estavam reclamando inclusive… “se eu não encontrar alguém em 1 ano, a minha família vai arranjar 1 casamento para mim”

– E você Gi, como vai ser o seu casamento? Já tá na hora né?

– Bom, vou me casar por amor, talvez daqui a uns 10 anos

– 10 anos??? Não, pode!!!

– No Brasil é diferente… De repente eu nunca vou casar.

– Nãoooo!!! Como assim, todo mundo tem que casar. Vai fazer o que sozinha?

Pois é, estou na sociedade em que as mulheres ainda pensam que servem só para casar e fazer família. Não vêem sentido na vida sem isso.

Publicado por: giselepelisoli | 30/11/2009

Casamento

Não se preocupem, não é o meu!!! Esses dias estávamos discutindo sobre casamento na minha escola, porque é a época dos casórios aqui…. assim como em Maio tem muito casamento no Brasil, agora tem muito casamento acontecendo aqui… Tenho 3 convites só nesse mês. Me falaram que é por causa do clima, que agora está frio, então eles gostam mais (vê se pode!)

Aqui a cultura em relação aos casamentos é bem diferente… só para começar vocês já devem ter ouvido falar que aqui ainda rola os casamentos arranjados certo? E a data normalmente é estranha… raramente é no fim de semana, porque é escolhida de acordo com os horóscopos… O casal faz um estudo astrológico, e a data e a hora em que os mapas se cruzam é escolhida para a cerimônia.

A cerimônia, por sinal, é coisa de outro mundo para nós! Outra religião, logo sai todo um outro ritual… Já fui em 3 casamentos hindus e um casamento sikh. Os dois é tem são muito parecidos… vou começar com o hindu, e depois só vou colocar as diferenças que o sikh tem.

O casamento hindu dura dois dias, mas uma semana antes já se faz alguns rituais em casa, separadamente. Honestamente não sei dizer muito sobre isso, me falaram que tem vários poojas (rituais de respeito que em geral cultuam algum deus); mas sei que na véspera do primeiro dia, a noiva faz seu Mehendi, nos dois braços e nos dois pés.

 

Mehendi de uma noiva

No primeiro dia do casamento acontece o Ring Cerimony, que seria uma espécie de noivado. Passa-se uma tarde inteira a família da noiva dando presentes para a família do noivo. Os presentes vão desde doces até jóias… Quando finalmente a família do noivo aceita tudo, as mulheres dessa família se aproximam da noiva e podem mudar o que quiserem na aparência dela (porque oficialmente, ela vai pertencer a eles, certo?) No casamento que eu fui elas pegaram leve… passaram só batom e colocaram pulseiras.

 

Colocando pulseiras...

Depois disso, o noivo e todos os seus convidados vão embora e acontece o Ladies’ Sangeet. É a despedida de solteira da noiva. Não no sentido que nós conhecemos: é simplesmente uma festa que reúne a família e amigos da noiva. Porquê? Bom, vamos lembrar que nós estamos na Índia e aqui a noiva se muda para a casa do marido depois do casamento, e isso pode inclusive ser em outro canto do país…. pode ser o último contato em muito tempo com todos que ela conhece…

Dia seguinte, tem o casamento propriamente. Em geral, os casamentos são em jardins grandes, com a estrutura montada para festa.

 

Salão

Os convidados vão chegando, e um tempo depois chega o noivo. Quando ele chega, tem uma cerimônia em que ele deve convencer as irmãs da noiva a deixar ele entrar. Ele entrega dinheiro e quando elas decidem que é suficiente, elas dão doce para ele. Ele corta uma fita vermelha e entra.

 

.

A irmã concordou e deu doce...

Um tempo depois, a noiva chega. Ela entra acompanhada da família toda, e os irmãos seguram um pano no topo (não faço idéia da razão…)

 

Noiva chegando na festa

Os dois sobrem em uma espécie de palco montado e fazem a cerimônia de troca de colares (aqui não se troca anel, se troca colar…)

 

Trocando colares....

Essa é a cerimônia que todo mundo fica para ver…. depois disso tem janta (ou almoço, depende da hora que for), fotos com o casal e musica para dançar…

 

Um dia eu ainda aprendo a dançar assim....

Mas o casamento propriamente dito acontece bem depois na festa, em horários estranhos, e só a família tem saco para ficar, porque você espera horrores para acontecer e depois que começa dura duas horas. O sacerdote hindu começa com umas cantorias, tem poojas, os noivos comem uns negócios e depois eles caminham em volta da fogueira 7 vezes, representando o comprometimento de permanecer juntos por 7 vidas…

 

A cerimônia de verdade...

E depois disso tudo, eles estão casados de verdade…..

Agora, a diferença do casamento sikh: a cerimônia acontece na gurudwara (templo deles) e não na recepção, e são quatro voltas em vez de 7….

 

Casamento Sikh

E era isso que eu tinha para contar sobre casamentos…

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Publicado por: giselepelisoli | 27/11/2009

Legalização no país

 

Quando você decide vir para Índia, o primeiro passo é conseguir o visto, certo? Tem uma parte do formulário que diz “Imigrantes que permanecerão no pais por mais de 3 meses devem se registrar na policia federal em no máximo 14 dias depois de sua chegada”. Quando você esta chegando no pais, ainda no avião os comissários de vôo te entregam um formulário de imigração para preencher que diz a mesma coisa no final. Dai você percebe que isso é realmente importante para eles, você não pode esquecer isso. Mas eu esqueci….
Eu estava com isso na cabeça no dia que eu cheguei, e falei para a pessoa que me buscou na rodoviária. Ele disse “Não se preocupe! Primeiro nos vamos te instalar, depois nos te levamos na policia para fazer o registro.” Então eu parei de me preocupar… Afinal, porque pensar no assunto se eles já tem tudo planejado? Big Mistake. O que acontece é o seguinte: duas semanas passam voando, e o pessoal estava em época de provas e também se esqueceu. Para falar a verdade, eu só fui me lembrar um dia antes. Era quase meia noite e liguei “Prateek, o meu prazo para o registro e amanhã!”. “não se preocupe, eu vou te levar amanha! Te busco na saída da escola” Resolvido? Nãaaaaaaaaaa!
Como Murphy sempre quer se mostrar presente, as coisas mais improváveis acontecem. Neste mesmo belo dia, ele sai de carro e sofre um acidente! Ele não morreu, não se preocupem, mas se machucou feio… E obviamente não me levou para fazer o registro. E lá estava eu, oficialmente ilegal no pais!
O que fazer, o que fazer? Durante dois dias fiquei ligando para outros contatos que me levaram pra cima e pra baixo nos primeiros dias. Eu realmente estava nervosa com a situação, pois eu estava ilegal no país e sabia que ia ter alguma penalidade. O pessoal dizia, “Não te preocupa, vamos te levar hoje, não vai acontecer nada!” E terminava o dia e eu não tinha o meu registro ainda….
Eu parei de ligar, pensando “Um dia eles vão se dar conta! Quando eles tiverem tempo vão me ligar, é responsabilidade deles né? Eles fazem isso para tantos trainees…” Big mistake, again! O tempo passou, passou, passou… e hoje já estou na India há 7 meses, sem registro. Dai chega um ponto que eu cansei também né? Liguei para o infeliz
– Prateek, e o meu registro?
– Vou fazer essa semana!
Na semana seguinte
– Prateek, e o meu registro?
– Vou fazer essa semana!
– Isso você já disse na semana passada! Se você não quer fazer o meu registro me devolve a droga dos meus documentos que eu vou fazer sozinha!!!
E 2 semanas depois (essa segunda feira) ele me devolveu os documentos e eu fui na polícia me registrar (ontem)
Cheguei lá, paguei uma multa pelo atraso preenchi uns formulários e entrei na fila para ser atendida. O cara suuuper simpático (percebam a minha ironia!) olhou o meu passaporte e disse
– Você está atrasada.
– Sim, eu sei, é por isso que eu paguei essa taxa.
– Mas você está muito atrasada. Isso é uma infração muito grave, e eu não posso fazer o teu registro.
– Tá, então o que eu faço?
– Você vai ter que voltar!
– Mas eu tenho um contrato eu não posso voltar agora.
– É uma infração muito grave!
– Não tem nada que eu possa fazer?
– Hum… Se você que mesmo ficar vai ter que ir para Délhi e conseguir uma carta do ministro de Home affair.
E me despachou…. Eu mais nervosa e perdida impossível né? Como assim vou ter que voltar, falar com o ministro, como?
Esperei ele atender mais umas pessoas e falei ele de novo, para entender direito o que eu precisava. Ele me olhou de cara feia, pegou meus papéis de novo, deu uma olhada… Não sei se ele se interessou porque eu demonstrei estar querendo fazer tudo certinho ou se foi o nome da minha escola que pesou (porque é um grupo grande aqui), mas ele respirou fundo e finalmente disse
– Eu vou deixar passar dessa vez, mas você não pode contar tanto assim com a sorte!
E foi a minha vez de respirar fundo…. Vocês não tem noção do medo que eu passei, mas no final deu tudo certo. Mas fica a lição: Se voce quer alguma coisa, tem que fazer voce mesma! Não dá para confiar na AIESEC de Chandigarh.

 

Publicado por: giselepelisoli | 19/11/2009

Diwali

Dia 17 de Outubro (sim, faz tempo!) nós celebramos o Diwali na Índia. Quem viu a novela talvez lembre, é o festival das luzes… Esse festival é diretamente ligado a outro que ocorreu uma semana antes, Dussera (ja falei no blog) Para quem não lembra do Diwali, ou Deepawali, eis a história:

Ha muito, muito tempo atrás, Lord Ram (ou Rama), herdeiro do reino de Ayodhia, por intriga da madrasta, é exilado por 14, passando esse tempo numa floresta, ele, seu irmão e a sua esposa Sita. Durante esse período, o demônio Ravana sequestrou Sita, e obviamente Ram foi atrás para resgatá-la. Como toda história tem sempre final feliz, Ram derrotou Ravana (motivo de celebrar Dussera) e pode finalmente voltar para casa. Dizem que o povo, muito feliz com a volta de Ram, acendeu luzes para mostrar o caminho de volta.

Então, ainda hoje para lembrar essa data importante, se acende velas e/ou diyas (especie de lâmpada das antigas) para comemorar a vitória do bem sobre o mal (Ram e Ravana) e para iluminar o caminho de Ram.

Dêem uma olhada nesse video:

Só um comentário de algo que eu acho engraçado… Todo mundo sabe que a religião hindu tem um número enorme de deuses… Mas a maioria deles foram realmente pessoas, (está na história deles, eles podem inclusive de dar as datas com precisão) mas são adorados como Deuses… Lord Ram é considerado uma das reencarnações de Vishnu (um dos deuses mais importantes). Sita é considerada uma das Reencarnações da deusa Lakshmi, deusa da Riqueza. E como sempre a história é contada pelo lado de quem vence, Ravana, que era o Rei do Sri Lanka, não é considerado Deus, é demônio…

Pois então, voltando… O festival é realmente grande aqui…

Algumas semanas antes, o pessoal decora a sua casa com luzes… fica um clima que para mim lembra muito o Natal…

Casa decorada para o Diwali

No dia propriamente, as pessoas acendem fogos de artifício e cultuam os Deuses Ganesha e Lakshmi. Lakshmi porque ela está na história, e Ganesha era seu marido e segundo os hindus, deve ser sempre o primeiro entre os Deuses a ser mencionado em qualquer cerimônia. Eu celebrei a ocasião na casa da minha chefe, Priya. Teve jantar, teve pooja (é assim que eles chamam a cerimônia em que eles cultuam os deuses) e depois acendemos velas no terraço e ficamos olhando os fogos. Eu não tenho foto nenhuma disso tudo, porque pediram, disseram ser uma questão de respeito…

Mas em casa, vim fazer o que aprendi e dai tem foto…. Espalhei velas pela casa, uma necessariamente deve estar na porta de entrada (que não se deve trancar nesse dia) para convidar  Lakshmi a entrar. Também é importante uma em cada quarto…

Velas até o quarto...

Na janela...

Velas para Ganesha

Ah, esse foi o meu Diwali, bem calminho…. Mas tem uma coisa que eu sei que eles fazem nesse dia, mas não teve na minha casa: o Rangoli. Isso é um desenho que eles fazem no chão das casas, com areia colorida…. Bem difícil de fazer e bem fácil de estragar…. mas lindo!

Mulheres fazendo Rangoli

E por hora, é isso que posso dizer sobre o Diwali…. beijos!

Publicado por: giselepelisoli | 12/11/2009

Olimpíadas de Inverno

Gente, a minha escola é tão legal que promove até Olimpíadas de Inverno! Ok, o evento não chega a ser nem perto do que seria olimpíadas de verdade, mas essa brincadeira mobilizou todo o colégio o mês inteiro! E sim, por ai esta começando a esquentar, mas aqui esta esfriando!!!!

O tema era a China, e fizemos nós mesmos toda a decoração,

Trabalhando duro!

101_2650

Entrada....

101_2549

A grande muralha da China!

Inventamos corridas para as crianças…

101_2731

Nursery.... Baby dragons!

101_2907

5 Série... pulando para a vitória!

Foi bem cansativo… Os professores tiveram que trabalhar das 6 da manhã até as 5 da tarde… Mas deu tudo certo, e as crianças se divertiram… e até fizeram pose para mim:

101_2954

Harsehaj, aluna da quarta série

Ah, isso tudo aconteceu no domingo, dia 8 de Novembro…

Ate a proxima!

Publicado por: giselepelisoli | 11/11/2009

New Style

Oi Minha gente!

Esse post é meio random… Bom, eu estou de cara nova! Tá, não é cara, mas mudei o meu cabelo!!!

Semana passada eu decidi que o meu cabelo estava horrível e fui no salão. Pintei, cortei e hidratei. O processo foi demorado, porque tirar a tinta vermelha que ainda estava no cabelo foi difícil… Gente, passei 4 horas no salão!

E o pior é que nem senti o tempo passar… O tratamento aos clientes aqui é coisa de outro mundo! Quando estavam fazendo algo no meu cabelo, tinha três pessoas trabalhando ao mesmo tempo… Nas horas que tinha que esperar algum produto agir, ficava alguém fazendo massagem nos ombros ou nos pés…

E o resultado? Ficou ótimo (eu acho pelo menos!)

Loira de novo!

Eu agora voltei as origens- de novo loira e o corte em camadas….

bjs!

Publicado por: giselepelisoli | 10/11/2009

Mehendi

Oi gente! Lembram aquele festival, o Karva Chauth, que eu falei que não tinha as fotos da mehendi que eu fiz (tatuagem de henna.)? Consegui com um amigo! Eis aqui:

Eu mesma fiz! Ta, só uma parte....

DSCN6140

DSCN6141

Publicado por: giselepelisoli | 09/11/2009

Curiosidades

 

Primeiro pessoal, desculpe a demora para postar!!!
Tenho trabalhado muito aqui, inclusive em casa, e não tem dado tempo…  Mas pretendo atualizar tudo, mesmo que leve um tempo…. Bom, deixa eu falar sobre algumas coisas um pouquinho diferentes que me chamaram a atenção aqui….
1. O palito de dente só tem um lado para usar… o outro lado sempre tem uma espécie de decoração….
Palito de Dente
2. O saquinho de leite eh de 500ml.. forma um quadradinho, e por isso você não precisa de leiteira… ele fica de pé na geladeira
3. A maioria dos caminhões tem escrito na parte de trás “Blow horn” ou “Horn Please” que significa “buzine”. Isso porque aqui o espelho retrovisor não é obrigatório, e a maioria dos veículos não tem…. se você quiser passagem, tem que buzinar. E tem que estar sempre atento, porque alguém pode querer te ultrapassar e cortar a sua frente, pois não tinha espelho para ver que você estava vindo…
Blow Horn!
4. O capacete também não é obrigatório… Tudo bem, é obrigatorio, mas tem excessões demais! Mulheres não pre isam… caronas não precisam… usuários de turbante não precisam! As pessoas costumam simplesmente se enrolar em alguns panos para não pegar poeira da rua
panos
5. A maioria das mulheres quando pegam carona de moto sentam se lado. O pior é quando você vê uma mulher sentada de lado e segurando um bebezinho no colo. Dá vontade de gritar: segurança nas ruas, urgente!!!
mulher carona
6. Para terminar com o assunto moto, eh muito comum você ver, especialmente durante a noite, 3 ou 4 pessoas andando na mesma moto… Ou então uma família inteira na moto…Eu já tive a experiência de andar em 3 em uma moto, de andar sem capacete e de sentar de lado…. Indian Experience!
É por isso que a Tata criou o Nano!
6. A maioria dos lugares você tranca a porta com cadeado, não com chave… E os cadeados aqui você precisa da chave tanto para abrir quanto para fechar… Você nunca vai trancar a sua casa com a chave dentro… O que é realmente interessente é que todo mundo está acostumado a ter somente 1 chave em casa… se tem alguem dentro, a porta é trancada por dentro, e você tem que tocar a campaínha quando chega. Se a casa for ficar vazia, você tranca com cadeado e esconde a chave em um lugar pré-determinado.
100_7820

Minha antiga porta...

7. A vassoura não é o mesmo formato que nos estamos acostumados… Para mim parece mais um espanador… Especialmente porque ela não tem cabo comprido! Você tem que se abaixar para varrer o chão….

Um belo exemplar de vassouras indianasNo futuro, publicarei mais coisas….

bjs!

 

« Newer Posts - Older Posts »

Categorias