Publicado por: giselepelisoli | 23/09/2009

Varanasi

Em uma bela quarta feira a minha coordenadora me chama em seu escritório para falar sobre uma aula de substituição. Quando eu estava quase saindo ela me pergunta:
– O que você vai fazer nesse fim de semana?
– Não planejei nada de especial…
– Mas por quê? Sexta feira e segunda feira são feriados!
Eu adoro é que eu fico sabendo as coisas assim, em cima da hora… Mas tudo bem, a gente arranja. Entrei em contato com os outros trainees para ver qual era a boa do findi… Como tem mais ou menos 50 trainees na cidade, tem varias viagens para escolher no fim de semana… Anyway, resolvi me juntar à galera que ia para Varanasi. Essa era uma das poucas cidades que eu já tinha ouvido falar antes de vir para a Índia, então me soou uma ótima idéia.
O plano era: dia 14 de Agosto pela manha ir para Delhi, passar o dia lá e pegar o trem para Varanasi às 17 horas. Chegaríamos em Varanasi as 9 da manha no dia seguinte, passar dois dias e a noite pegar o trem de volta para Delhi e ônibus para Chandigarh… Perfeito 
Pois então… O dia em Delhi foi curto… porque são 6 horas na estrada de Chandigarh ate lá. Chegamos lá às duas da tarde e visitamos 2 pontos turísticos: A casa do presidente e o Arco da Índia. Eu achei bem sem graça, porque a casa do presidente não pode chegar muito perto, e o Arco da Índia é só um arco… Prefiro aquele que tem na Redenção, em Porto Alegre… Anyway, depois disso, uma das pessoas do grupo (não eu!) queria fazer compras em Delhi, então fomos para o shopping passar as ultimas 2 horas lá… e depois:para a estação de trem!
O trem tem varias categorias de passagem… Nós pegamos a sleeper. Isso quer dizer que nos tínhamos caminhas! Tudo bem, não era a coisa mais confortável do mundo… Eram espécies de prateleiras… 3 de cada lado da cabine… mas eu, como não custo para dormir mesmo, tá ótimo!!!
Chegando em Varanasi, nos ficamos algumas horas esperando na estação de trem… o grupo veio em trens diferentes, e esperamos para nos encontrar. De lá, fomos para o nosso hotel, deixamos as coisas e partimos para a cidade.

Estação de trem

Estação de trem

Gente é uma cidade sem explicação… Ela é enorme, mas as ruas todas pequenas, no meio dos prédios… impossível de se achar, é um labirinto. E suja, muito suja! Definitivamente a cidade mais suja que já vi na Índia… cada passo você tem que cuidar para não pisar em lixo ou em merda… Mas continuando… fomos em direção aos Ghats. Para quem não sabe, são aquelas escadinhas que descem ate o rio.

Na beira do ganges, nosso primeiro Ghat

Na beira do ganges, nosso primeiro Ghat

O lugar é muito cheio, tanto de indiano quanto de turista… E você é praticamente atacado por pessoas te oferecendo passeio de barco, cartão postal ou outra coisa para conseguir dinheiro… Decidimos pelo passeio de barco, para olhar os Ghats com um pouquinho de paz. Você vê de tudo… pessoas lavando roupa, pessoas tomando banho, pessoas tomando água, animais tomando banho… Até um corpo boiando nos vimos, mas isso eu fiz questão de não tirar foto… Ah, e antes que vocês me perguntem: não, eu não tomei banho lá!!! A água é extremamente poluída: no guia que eu comprei aqui diz que o ultimo teste revelou que existem mais de um milhão e meio coliformes fecais para cada 100 ml de água. A Água considerada própria para banho deve ter menos de 500… E as pessoas juram que estão se purificando!

Pessoas tomando banho no Ghat

Pessoas tomando banho no Ghat

Ao fim do passeio continuamos pelos Ghats para esperar o por do Sol. Todos os dias é feita uma cerimônia em respeito ao rio, por ser um lugar super sagrado. É realmente bonito… mas longa e cansativa. É que existe todo um ritual com uma coreografia e objetos sagrados… mas para cada objeto, é a mesma longa coreografia que se repete…

101_0079101_0098

Velas para colocar no rio

Velas para colocar no rio

 

Depois disso passamos um tempinho no bazar da cidade para compras. O pessoal estava encantado com os colares, pulseiras, brincos… mas para mim parecia tão brasileiro… Enfim, esse foi o fim do dia!
No dia seguinte o programa era visitar os burning ghats – aqueles em que eles cremam os corpos. Não é exatamente uma cena bonita mas… Estávamos no Manikarnika Ghat, o principal entre os que realizam a cerimônia de cremação. Nesse local existem corpos sendo queimados 24 horas por dia, 3 ao mesmo tempo (em pilhas diferentes). Uma das pessoas que trabalhavam no local parou para nos explicar… Os corpos eram trazidos para o local em macas de bambu e banhados no rio. Depois eram envoltos em tecido e colocados na pilha de madeira para queimar, por 3 horas. Sim, eu sei que em 3 horas o corpo não virou pó ainda, mas não é isso o importante para eles. O fogo é um método de purificação… E é por isso que alguns corpos são colocados direto no rio – sacerdotes, mulheres grávidas e crianças abaixo de 10 anos são considerados puros e não precisam passar pelo fogo. Eu não sei explicar o porquê de 3 horas, mas depois disso eles consideram que o corpo esta puro e colocam do jeito que ficou no rio. A história de colocar no rio é porque este local é considerado um ponto de contato entre os dois mundos…

Burning Ghat

Burning Ghat

Depois disso nos ainda tínhamos algumas horas, mas estávamos todos muito cansados, especialmente porque já tínhamos fechado a conta no hotel e estávamos carregando as malas. Nos demo um ultimo passeio de barco e as ultimas horas passamos em um restaurante, descansando até a hora do trem. E depois disso, casa!!! Ah, publico junto algumas imagens que me chamaram a atencao pela cidade

Isso foi bem na frente do nosso hotel

Isso foi bem na frente do nosso hotel

As vacas tambem tomam banho!

As vacas tambem tomam banho!

101_0059

 

101_0119

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Categorias

%d blogueiros gostam disto: