Publicado por: giselepelisoli | 16/04/2009

Primeiro Fim-de-semana

Ok gente… depois das primeiras impressões… Vamos ao dia a dia:
Comecei escrevendo sobre isso, e aqui eu continuo.
Logo depois de me buscarem na rodoviária (era mais ou menos 2 da tarde) me levaram para tomar café. Sim café, mas aqui o que todo mundo toma e café gelado! De preferência com uma bola de sorvete em cima. Nos estávamos na verdade matando tempo para chegar na reunião geral da aiesec, que era as 3:30. Aiesecers do Brasil, fiquem felizes com as nossas reuniões gerais… eles fazem pelo menos 2 vezes por mês, mas geralmente eh toda semana! Comentários a parte, chegamos na reunião, que pareceu para mim uma plenaria de conferencia… eles são só um pouquinho maior que eu estou acostumada… um pequeno comite de 120 pessoas… Todo mundo se apresentando, queriam saber quem era a pessoa nova… E logo em seguida todo mundo corria para dançar os roll calls (maravilha, achei gente que nem eu!), que eles prometeram me ensinar. E teve a reunião, que boa parte eu não entendi… pequeno problema de comunicação, sabe? Ainda não entendo hindi… Anyway… foi terminar umas 7:30 e todos foram direto para uma festa de despedida. Uma trainee importante estava indo embora (deveras importante, chegou a fazer parte da directoria do escritório durante sua estadia) para a Ucrania. Então, partimos para festa.. conversas, musicas drinking games… e eu exausta (lembram que eu já estava a dois dias sem dormir? pois ‘e, indo para o terceiro!). A festa foi na casa dos trainees, porque aqui os pais são muito rígidos, e não poderia ser na casa de mais ninguém. Jamais os pais por aqui aceitariam ver as “crianças” bebendo, fumando, se abraçando… A festa deles tem tudo que as nossas tem, menos a peg acao… Eles fazem o que querem, mas precisa ser escondido.
Bom, então já era tarde quando fui para a casa que eu ficaria hospedada. Achei que eu iria dormir 1 dia inteiro, mas acho que pela ansiedade de ver um lugar novo, dormi apenas 5 horas! Era 8 da manha e eu de pé, incomodando o meu anfitrião… Ele com a maior cara de sono, se perguntando como eu consegui acordar antes dele…. Ok… ele colocou no computador um filme para assistir comigo, mas acabou dormindo sentado, tadinho!
De tarde me levaram para um ponto turístico, o Rock Garden. E um lugar bem diferente… Todo ele foi montado por um artista local, usando somente sucata… E tem esculturas, tem paredes com mosaico de louca quebrada, tem ate cascatas artificiais! Mas a melhor parte para mim, foi que la dentro eu vi pela primeira vez, ao vivo, um camelo! Imagina a felicidade/curiosidade da criança aqui… As pessoas que estavam comigo, óbvio que cairam na gargalhada! Imagina, todo um parque para ver e eu olhando um camelo! Anyway… cada um tem seus interesses ne?
Depois uma menina foi me buscar… eu ficaria na casa dela aquela noite (me contaram depois que todo mundo queria hospedar  trainees, então sempre que vem alguém, fica 1 dia na casa de 1 pessoa, para que todos possam ter essa experiência). E tinha jantar de família! Era a família dela + a família da tia dela. Tinha uma sala confortável na casa, mas como era família, todo mundo se reunia no quarto, todos sentados na cama dos donos da casa. Ok, primeira grande diferença. Outra coisa que eu estranhei era a quantidade de comida. Na casa tinham dois empregados, e de 10 em 10 minutos eles traziam uma travessa com comida. Vocês acham que isso era a janta? ERRARAM! Isso era só a entrada. Depois que eu já tinha comido o suficiente para uma semana (apenas provando 1 coisa de cada travessa) eles vão todos sentar a mesa para começar a jantar. Vou fazer agora um adendo para a comida:
 
COMENDO NA ÍNDIA
Aqui quando vão arrumar a mesa, o único talher que fica ao lado do prato eh uma colher. E se tem alguma comida que precisa cortar, eles colocam 2 colheres. Se você pedir uma faca, eles te entregam, mas te olham estranho, achando que você eh maluco. E isso da colher já eh coisa moderna. Eu percebi que as pessoas mais velhas comem com a mão, ate mesmo arroz.
Para falar a verdade,  maioria das coisas você deve comer com a mão na índia… A salada, se come com a mão… e eles sempre servem junto com as comidas que tem caldos ou molho uma coisa que parece uma panqueca, os tchapatis. Você deve rasgar um pedaço, molhar no molho e comer… Mas lembrem-se de usar sempre a mão direita… Se você errar, vão te olhar com cara de nojo, porque a mao direita eh a mão de comer, e a mão esquerda eh a mão de se limpar.
Outra coisa bem diferente eh o tempero. Aqui a comida eh muito temperada, sempre. Seguidamente eu experimento alguma coisa e acabo chorando. Eh uma coisa incontrolável, sem noção. A comida baiana que eh famosa no Brasil por ser apimentada, eh fichinha! Aqui eu sempre peco nos restaurantes para fazer com pouco tempero, e ainda acho demais….
 
Voltando ao meu fim de semana. Depois da janta fiquei horas conversando com a minha nova anfitriã… ela estava muito curiosa para saber como relacionamentos funcionam no Brasil… Pois eh, contei dessa nossa tal “liberdade” que eh ficar e tal… E ela contou como eh na Índia, que tudo tem que ser escondido… que a família pressiona para que seja a escolha deles… Pois eh, hoje eles podem ter um casamento por amor, mas a maioria deles eh arranjado. A família tem uma influencia muito grande na decisão das pessoas. O próprio irmão dela, tem uns 25 anos mais ou menos, levou para casa uma namorada que a família não gostou… Não gostou e proibiu! Agora eles estão procurando uma noiva pare ele, que eu percebi andar bem cabisbaixo. Disseram que ate o final do ano ele tem que estar casado. Bom, vamos aceitar a cultura dos outros, certo?
No dia seguinte a minha anfitriã me levou na universidade dela, para conhecer os amigos dela. Grande parte do tempo o pessoal fica dentro da universidade, mesmo quando não tem aula… Eles ficam la, conversam, andam de bicicleta, brincam de mímica… Me disseram que ficam la por não ter muita opção de lugares para ir. O outro “point” de encontro são cafés, mas eles preferem a universidade por terem mais liberdade la, de correr, fazer barulho…
E no final do dia me levaram para a casa dos trainees, onde eu conheci aquela galerinha que eu comentei no post anterior que eu ando bastante. Eu gostei de ficar la pela galera, companhia sempre eh bom, e sempre tem um assunto interessante rolando. Mas a casa era meio ruinzinha…O sofá por exemplo, tinha um pé quebrado, que você senta e fica inclinado para a esquerda…. E era meio sujo tambem. O aluguel que os trainees pagam tem incluso o trabalho de uma mulher ir la uma vez por semana limpar. O problema eh que a mulher não eh nem um pouco caprichosa. Eu cheguei la no dia que ela limpou, e me pareceu que ninguém limpava aquilo a pelo menos 1 mês…. Mas, coisas da vida…  Os outros trainees nao acham o lugar perfeito… Eles disseram que acham que o valor do aluguel eh muito alto, pela estrutura que eles recebem. Bom, fiquei la por duas noites. E então… fica para o próximo post!
Anúncios

Responses

  1. Oi Gi!!!

    novos Roll Calls entao!!

    😀

    Continua escrevendo!

    Bjaooo

  2. Gi!!

    Muito legal suas impressões, continua escrevendo… Ah, e coloca fotos ai!!

    bjo

  3. Aí Gi… super legal!
    Tô gostando de saber destas diferenças culturais.
    Sucesso aí, e se cuida, beijo!

  4. Gi. Li tudo e muito obrigada pelas impressões que nos traz. Aproveite, e nos escreva bastante, ah, com fotos também!
    Um beijo, cuide-se.


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Categorias

%d blogueiros gostam disto: