Publicado por: giselepelisoli | 21/04/2009

Tempo livre

Pois eh, escrevi no meu ultimo post que eu tive um feriadão de 5 dias….
Primeira coisa que eu fiz para ver o que se poderia fazer com tanto tempo livre foi ligar para os meus contatos da aiesec. Cada um com suas palavras disse a mesma coisa: “Sinto muito não poder sair com você, estou em época de provas e preciso estudar” Ok, vamos passar para o plano B… Os outros trainees! Sexta feira fui para a casa dos trainees em que eu já estive hospedada. Cheguei la logo depois do almoço, e encontrei só uma pessoa que também estava livre: Annika, da Alemanha. Decidimos ir então para uma especie de shopping (um espaço tipo o DC Navegantes de Porto Alegre: um retângulo com muitas lojas e ruas no meio) passear. Fomos a pé, pois era bem pertinho. E no caminho, olhares de cima a baixo, gritos que não podíamos entender e buzinadas… Isso irrita depois de um tempo, sabe? Tentando achar uma ideia para minimizar a situacao, pensamos em comprar roupas indianas… Não o sari, porque eh meio desconfortável, mas uma roupa que eh tipica do estado de punjabe (a cidade que estou eh capital do estado de punjabe E haryana) que eles chamam de suit. Eh na verdade um vestido na altura do joelho por cima de uma calca bem larga na altura os quadris e bem justa no tornozelo. Compramos então! Na verdade, a ideia não foi tao bem sucedida… Quando resolvemos usar, as pessoas continuaram olhando para nos… e ainda teve um plus: agora algumas pessoas vinham falar conosco e dizer que era muito legal o pessoal de fora usando as roupas tipicas… Ou seja: eh impossível minimizar a situacao. Somos e sempre seremos alvo de olhares por aqui.
Voltando ao meu feriadão… Voltamos da tarde de compras para a casa dos trainees. Encontramos mais pessoas dessa vez e estavam se combinando de ir no cinema. Ok, porque não? Fomos sexta feira a noite no cinema, ver o filme Anjos da Noite 3 (para quem gosta do estilo, recomendo – achei melhor que o primeiro). O cinema de la tem dois preços: da metade do cinema para trás eh mais caro que a metade mais perto da tela. E essa não eh a única diferença… Pasmem: tem intervalo no meio do filme! Bem no meio de 1 cena de acao a tela ficou cinza, as luzes se acendem. Todos os trainees se olhando… isso eh de verdade, eh pegadinha??? Não gente, todo cinema na Índia tem intervalo. Fazer o que… ou eu aceito, ou eu aceito!
O filme terminou meio tarde, e resolvi voltar para a casa dos trainees em vez da minha… (lembrem que nao eh bom andar sozinha de noite, e vamos considerar noite depois das 9….) Jantamos, conversamos, dormimos… Dia seguinte algumas pessoas precisavam trabalhar, e eu fiquei quase sozinha numa casa que não eh minha… tinha só mais uma menina, que estava dormindo….
Bom, fiquei bem faceira, no sofá lendo – a casa tem uma mini biblioteca, livros que trainees deixaram para trás…. A maioria eh em inglês e alemão. E de repente, a campainha toca… vou ver quem eh, e para variar, eu não conhecia… O cara se apresentou como um alumnus da aiesec, que estava na cidade visitando os pais (ele mora e trabalha na Alemanha) e aproveitou para ver quem eram os novos trainees. Ele entrou conversou um pouco, em seguida a outra menina tb acordou… Decidimos ir no cinema… de novo. Mas pelo menos era outro filme: Confessions of a shopaholic… comedia bem engraçada.
De noite se preparou uma ‘festa’ em uma outra casa de trainees… Conheci um menino da Indonésia, um menino do Japão e uma menina da Nigéria. E eu cozinhei…. Queria comida tipica do brasil… pensei logo em carreteiro (tipico gaúcho tb conta!), mas aqui eh quase impossível encontrar carne. Acabei fazendo molho de tomate para comer com espaguete… e brigadeiro de sobremesa! A massa disseram que estava salgada (todo estrangeiro diz que a comida do Brasil tem muito sal e pouco dos outros temperos)… mas o brigadeiro adoraram! E no final, o cara da Indonésia trouxe do quarto dele um narguile (aqui chamam de shisha), que foi a atracão da noite… tem gosto para tudo, certo?
E vocês acham que depois disso eu iria dormir hoooras???? Vocês estão muito enganados… Em um ensolarado domingo pela manha eu estava as 6:30 na beira de um lago (e todas as pessoas que estavam na noite anterior também)… Aparentemente um dos parceiros da aiesec ia fazer uma mobilizacao, uma caminhada do lago (Sukhna lake) ateh a sede deles… Eu nem sabia sobre o que era a mobilizacao, mas eu estava la! Quando cheguei forma me dizer que era uma caminhada para chamar a atencao da sociedade sobre a importância de preservar a cultura indiana… Sim… uma penca de estrangeiros no meio do protesto… Ok, nos apoiamos a sua causa!!!
Na segunda feira, também era livre, me inspirei um pouquinho no filme que vi, e fui ser um pouquinho shopaholic! Comprei uma câmera digital. Oba, a partir daqui vocês vão poder ver fotos!!!! (que todo mundo esta me pedindo, heheheh ) E de tarde juntamos uma galerinha, nos escalamos no carro do alumni que estava visitando a cidade e fomos para o Rose Garden.  Eh um parque bem grande, tipo do tamanho da redencao, que soh tem rosas… de tudo quanto eh tipo, cor (tem algumas que eu não acreditei que eram rosas)… E passamos a tarde la… caminhamos, conversamos, subimos em arvores…. e na conversa, descobertas estranhas: o alumnus que estava com a gente já tinha sido preso… Vocês sabem porque? Porque ele foi visto beijando a namorada dele. Isso eh considerado atentado ao pudor por aqui….
Eu e Natalia, subindo em arvore

Eu e a Natalia, subindo em arvore, no Rose Garden

Annika, Natalia, Eu. Em cima Magda e Piyush

Mesma arvore. Annika, Natalia, Eu. Em cima Magda e Piyush

E só na terça feira que eu fui dormir… dormi a manha inteira!!! De tarde fui visitar os trainees, e de noite todas as meninas foram jantar fora…. O lugar (Blue Ice), que foi recomendado como um dos melhores lugares para ir, era muito estranho (não no sentido ruim). Era um restaurante, mesas e cadeiras confortáveis, chegava a ser aconchegante, mas com uma musica eletrônica extremamente alta! Se eu fechava os olhos, me sentia numa casa noturna. Daí não da pra quere…. Não tinha espaço para dançar, e não se conseguia conversar! Eu não volto mais la….
E esse foi o fim do meu feriado…. Aguardem os próximos posts
About these ads

Responses

  1. Olha eu aqui de novo :D
    Eu tb cozinhei carreteiro pro pessoal daqui, mas como a carne é MUUUUITO cara fiz com linguiça/salsicha. pode ser uma boa opcao!

    Ah — nao sei se os indianos comem porco o.o Tem que ver a religiao do pessoal da tua regiao, mas pode ser uma possibilidade fazer carreteiro com linguica!

    Adorei as fotos (jurei que era a Anastasia na primeira). Agora só falta tirar usando o punjabi, né (tem que se bronzear bastante pra passar mais despercebida na rua, Gi!)

    Beeijo


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Categorias

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

%d blogueiros gostam disto: